Capítulo 1- O Significado dos Milagres
II . Revelação, tempo e milagres

3. A reverência deve ser reservada para a revelação, à qual pode ser aplicada correta e perfeitamente.
Ela não é apropriada para milagres porque o estado de reverência é pleno de adoração, implicando que alguém de ordem menor se encontra diante do seu Criador. Tu és uma criação perfeita e deves experimentar reverências somente na presença do Criador da perfeição. O milagre é, portanto, um sinal de amor entre iguais. Iguais não devem se reverenciar um ao outro, pois a reverência implica desigualdade. É, portanto, uma reação inadequada a mim. Um irmão mais velho tem direito ao respeito por sua maior experiência e à obediência por sua maior sabedoria. Ele também tem direito ao amor, porque é um irmão e à devoção, se é devotado. É somente a minha devoção que me dá direito à tua.
Não há nada em mim que tu não possas atingir.
Eu nada tenho que não venha de Deus. A diferença entre nós agora é que eu não tenho nada mais. Isso me deixa em um estado que em ti é apenas potencial.
 
 
Comentários
 

Ir mãos
Trabalhava em uma grande empresa.
Havia pouco tempo que alí estava.
Anteriormente trabalhei com ar condicionado.
Meu gerente, sabedor de meu currículo anterior chamou e disse: na sala do presidente tem um ar condicionado que faz muito ruído. Já mandou consertar mas não resolveu. Como observei que sabes a respeito, poderias verificar?
Me dispus a ir, e lá chegando entrei na sala, sem me dar conta de ser anunciado, o que causou um: quem é você???
Apresentei-me dizendo meu nome, e a que viera.
Ele apontou o ar condicionado, e para lá me dirigi.
Verifiquei que o ruído era da vibração do aparelho, que acontecia fazendo a vidraça vibrar, donde saia o rido.
Então pedi um pedaço de papel, fazendo um suporte entre os vidros e o barulho parou.
Incrédulo com o súbito silencio exclamou: como , então eu não percebi isto, pois que já enviei o aparelho duas vezes para o concerto?
Olhei para ele, dei uma risada, e disse: é isto aí amigo.
Ao que respondeu: Esta me chamando de burro?
Eu disse: Eu não disse nada, tu estas dizendo. Espantado, disse: Sou o presidente da empresa, não sabes?
Sei, respondi, e eu sou funcionário do departamento de
administração.
Assim, nos tornamos bons amigos.
Ele continuou sendo o presidente.
Eu continuei sendo o funcionario.
Devotava meu respeito a ele.
Ele devotava seu respeito a mim
Eu não o temia.
Ele não temia a mim.
Nos tratávamos respeitosamente pelo nome, sem reverencias, e sem medo.
Um presidente pode ter muito medo.
Sempre tem alguém querendo pedir alguma coisa.
É preciso formar uma barreira.
Um funcionario pode ter muito medo.
O presidente pode manda-lo embora.
É preciso formar uma barreira.
Quando não ha reverencia, não há separação.
Quando não há separação não há medo.
Sem medo a igualdade é restabelecida.
Abre-se um canal de devoção.
O presidente devota sua vida a empresa e o fato de eu estar empregado deve-se a sua devoção.
Assim, em contrapartida devoto a ele minha gratidão, e meu respeito, pela organização que estruturou para me abrigar.
O presidente faz seu trabalho com dedicação.
Eu faço meu trabalho com dedicação maior ainda, pois que compreendo o sentido da devoção.

Jesus disse que a maior devoção, é dar a vida para o irmão.
Muitos entenderam de maneira equivocada e totalmente inversa, e assim, ao invés de dar a vida, oferecem a sua morte.
Jesus deu sua vida em dedicação a todos os irmãos.
Mostrou que a morte não existe, e nos brindou com a ressurreição.
Dedico a ele minha devoção e minha gratidão.
A diferença entre Jesus e eu, é que Ele não tem nada.
Não tem casa, não tem carro, não tem micro, não tem loja, não tem contas, não tem preocupações.
Não tem preocupações porque não tem nada.
Só tinha um manto.
Já não tem mais.
Então pode se dedicar totalmente aos irmãos
Esta devoção é em mim apenas potencial de cura.
Eu serei curado na medida em que eu permitir que Ele me ensine a curar
Bem sãos
Jorge


©  2004 - Milagres