Princípio 13

13. Milagres são tanto princípios como fins, e assim alteram a ordem temporal. São sempre afirmações de renascimento, que parecem retroceder mas realmente avançam.
Eles desfazem o passado no presente e assim liberam o futuro.
 
Comentários
 

Quando perdoamos ou pedimos perdão de algo de nosso passado estamos colocando Amor numa situação em que foi usado o medo como ferramenta de resolução. O Amor traz a consciência da realidade para dentro de quem perdoou e de quem foi perdoado, ou seja, a ilusão criada pelo medo desaparece. A percepção que temos é de uma volta ao passado, de um remexer de coisas velhas e antigas, mas isto é outra ilusão: a realidade é que estamos solucionando uma situação passada que modifica instantâneamente o nosso momento presente, alterando física, emocional e mentalmente as pessoas envolvidas. Este é o Milagre.
As mágoas e as culpas que carregamos são como pedras dentro de uma mochila que temos permanentemente nas costas. Cada vez que escolhemos o medo, o julgamento e o conflito colocamos mais uma pedra na mochila. Nosso caminhar se torna lento, penoso, dolorido e sofrido. Olhamos para as outras pessoas e vemos que praticamente todas carregam mochilas tão ou mais pesadas que as nossas. Percebemos que estamos no caminho certo. Mas em alguns momentos da nossa vida a mochila torna-se muito, muito pesada. Entramos em crise, vamos ao médico, à igreja, fazemos algumas terapias alternativas, nos unimos a algum grupo de esotéricos e nos reforçamos um pouco mais; este procedimento é equivalente a frequentar uma academia de ginástica...Ao invés de nos livrarmos do peso da mochila, fazemos exercícios físicos para ficarmos mais fortes para carregar o peso. E seguimos adiante, acumulando mais pedras...agora estamos fortes e podemos!
O tempo é uma ilusão no mundo dos Milagres porque aquela pedra que eu coloquei na minha mochila há 30 anos atrás quando meu pai ou minha mãe me bateram, me ofenderam ou me deixaram sem a ajuda que eu julgava merecer, continua a mesma pedra. Ela não envelheceu ou pesa menos hoje...pesa e dificulta minha caminhada como sempre fez nestes 30 anos...e continuará incomodando até o fim de meus dias, se eu assim decidir - decidir pelo medo.


Eu percebo assim os milagres são tanto início como fim pois a partir do momento em que tomo a decisão de fazer uma expiação e peço ao Espírito Santo um milagre, trago aquele problema lá do passado para o presente e me proponho a desfaze-lo, quando isso acontece um renascimento, pois me libertei daquele problema e dou um passo no crescimento espiritual.


A ordem temporal é mental - passado e futuro, ontem e amanhã, certo e errado, bem e mal. Hoje é tudo, principio e fim, ontem e amanhã. Hoje é milagre. Um novo dia. Uma nova oportunidade para os milagres. Pq bem e mal, ontem e amanhã, não significa NADA. Milagre é liberação de condicionamentos mentais, criados pela mente humana. Conceitos. Crenças.


Val
Principio 13 de Um Curso Em Milagres
"Milagres são expressões de renascimento. Parecem retroceder, mas na realidade avançam. Eles desfazem o passado no presente, liberando o futuro."

Então, de fato não caminhamos para frente, mas voltamos  sobre nossos passos desfazendo os erros, pedindo perdão, perdoando,  e corrigindo o que  fizemos em nossa jornada neste mundo, quando de Deus nos afastamos, no intento de sermos autores de nossa própria existência.
Expiar é desfazer.
Perdoar é desfazer.
Corrigir é desfazer.
Mas pensar não basta, é preciso falar.
Utilizar todos os meios de comunicação disponíveis para o perdão, que quando completo, completa o plano d Expiação
 é utilizar as percepções a serviço do Espírito Santo.
É utilizar  as percepções materiais, e tudo  o que neste mundo material existe como instrumento de aprendizado da
mente priorizando assim o Espírito.
 Até nos lembrarmos outra vez que espírito Somos.
Como nos disse Jesus:
Eu sou um homem que se lembrou do espírito"

Então aqui, abrimos baús de nossa consciência, lembramos os erros, e aprendemos a comunicar o perdão, porque é a única maneira de voltar. Desfazendo o erro.
Milagres podem antecipar nossa volta apressando-a em milhares de anos.
Oportunizam  a 'reunião' de irmãos para que desfaçam erros se reconciliando retornando assim mais rapidamente ao amor, e a alegria de estarmos unidos na casa do Pai, saindo do sofrimento.

Quando ofereces Milagres, abrevias o sofrimento do irmão e o teu.
Assim, retroativamente, assim, progressivamente.

Por esta razão oferecemos Milagres
Por esta razão tanto pedimos Milagres.

Para que nos sejam dadas  todas as oportunidades de concluir o plano de Expiação, e juntar-nos aos irmãos  que já fazem parte dele por já o terem concluído.
Eu ofereço a todos Milagres
A todos peço Milagres.
Bênçãos de luz
Jorge


Reny

Associamos também este principio ao exame de consciência
Como fomos muito programados para esquecer os erros, esquecer a culpa, e se não, nos arrependermos e esquecer tudo, porque o arrependimento bastava, de fato esquecemos as causas de nosso sofrimento.

O arrependimento, no entanto, reforça a culpa, o medo, e não desfaz erro nenhum.
Sabemos que o que desfaz o erro, é o perdão completo, do ato, e do fato, comunicado, e com correção.

Mas que erros cometemos?
Mas o que temos que perdoar?
Mas o que temos  que pedir perdão?

Se não estamos em  estado de alegria plena e  perfeita, é porque temos erros a corrigir.

Então, entra o exame de consciência, que  em minha orientação  católica  recebi, e que deveria fazer todas as noites antes de dormir.
Não deveria dormir com nenhum pecado na consciência.

Esta é a voz que deveria ter ouvido em criança e permanecido nela.
Estou começando a ouvi-la agora.

Neste meio, uma montanha de erros a desfazer.
Erros que   por pensamentos, expressados em palavras, em ações e omissões, levei pra cama comigo,   criando meu próprio sonho com monstros e com dragões que tenho que desfazer para o meu despertar.
São os monstros e dragões, que dei vida em minha vida, dando a eles existência, tal qual gepeto a pinóquio.
O pinóquio é uma mentira, algo tirado da mente,  para me dar autoria de uma vida inexistente, de um sonho impermanente.
Tal qual gepeto a pinóquio, deu  vida inexistente a um boneco de madeira, dou vida a um corpo de barro   não o chamo de pinóquio, mas seu nariz empinado é o que chamo ego, que cada vez vai crescendo, e mais o vou escondendo,  tal qual nariz de pinóquio.

Pois este principio 13 nos faz voltar  na memória, o instante da criação equivocada  e do erro que originou este sonho, voltando sobre nossos passos, desfazendo cada erro, para encontrar o caminho de volta para  a mente certa  e que nos liberta dos narizes pinoquianos, permitindo o despertar na casa de nosso Pai.
Que é como nascer de novo.
É como um renascimento.
Temos aqui uma vivencia que tem justo este nome, que fazemos em retiro em um final de semana, para buscar na memória os erros e desfaze-los.
É um  trabalho   muito bom, porque integramos plenamente a idéia do principio 13, entre meditações ativas, passivas, e  exercícios de respiração, intercalados com banhos de água mineral.
Nossa agenda esta em
www.renascimento.org
Venham todos. estão todos convidados a participar.
Bênçãos de luz

Jorge


 

©  2004 - Milagres