Emoções

"Tu és o Reino ."
O Reino é o puro amor.
Não está fora, não está no outro, não esta no amanhã.
"to és o amor."
Isto é eterno e Real.
Não o exercemos, porque esquecemos de faze-lo.
Porque optamos em ouvir a voz do mundo, ao invés da voz de Deus.
Veja, num relacionamento sempre haverão conflitos, eles são inevitáveis.
Porque cada pessoa recebe diferente informações genéticas e informações do mundo e formam padrões diferentes de comportamento, de acordo com religião, sociedade, nação, escolas que auxiliaram em sua formação, padrões familiares, etc...
Ou seja o que o torna diferente é justo o que o 'personaliza.'.
Personal, é o exclusivo daquela pessoa. É o que o diferencia das demais, justamente o que o separa da igualdade.
Mas na origem somos iguais e perfeitamente unidos.
E no destino também.
Alfa e Omega.
Inicio e fim.
A mesma coisa.
No intervalo as diferenças, o ego, o que nos diferencia e atrai. o que nos separa.
O relacionamento serve para exercitarmos a igualdade.
No ritual Católico do casamento, o Padre diz que ambos são unidos no casamento.
Unidos torna-os 'um'.
Casais que estão há muito tempo juntos trabalhando para dirimir as diferenças vão ficando cada vez mais parecidos.
Menos diferenças mais amor.
É uma proporção.
Quando desistimos disto, estamos desistindo do amor.
Vamos procurar uma pessoa diferente, com novas diferenças.
A medida que vamos descobrindo as diferenças o que fazemos?
Trabalhamos juntos para desfazer as diferenças e fortalecer o amor é claro.
É preciso fortalecer o amor sempre.
Se permitirmos fortalecer as diferenças, estaremos fortalecendo a separação.
Então o amor se constrói a dois, inicialmente e depois se estende a todos os que estão a nosso redor.
Casamento é treinamento para retornar ao amor dissolvendo diferenças.
É preciso muito amor.
O amor vai unindo e tornando iguais os casais.
Porque aprendem o 'compartilhar'.
Amar é compartilhar.
Compartilhar fortalece a união desfazendo diferenças.
O amor perfeito é liberdade e respeito.
Bênçãos de luz
Jorge

 

©  2004 - Milagres