Princípio 25

25. Milagres são parte de uma cadeia interligada
de perdão que, quando completa, é a Expiação.
A Expiação funciona durante todo o tempo e
em todas as dimensões do tempo.
 
Comentários
 

O tempo pára à espera de um Milagre. O tempo deixa de existir quando o Milagre acontece.

O tempo pára. Ouvi dizer...Um casal brigou e separou-se há 18 anos atrás. O homem quis terminar. As famílias já davam o casamento como certo. Os dois sofreram muito após a separação, mas suas vidas continuaram e encontraram outros parceiros. Esqueceram o assunto. Muitos anos depois o homem, já casado com outra mulher, começou a fazer sua Expiação. Num determinado momento ele sonhou com o ex-sogro; compreendeu que chegara o momento de expiar aquilo. Localizou os números de telefone e ligou para a ex-namorada e para seus pais. Pediu perdão por ter causado o sofrimento naquela separação. Eles falaram com o homem como se aquilo tivesse acontecido no dia anterior...E falaram com a mesma intimidade que tinham na época...Eles esperavam por aquele pedido de perdão! E o perdoaram. O tempo parou por 18 anos a espera de um Milagre – o pedido e a concessão do Perdão.

O tempo entra em colapso com o Milagre. No dia seguinte às ligações telefônicas, o homem ficou surpreso em seu trabalho. Muitas coisas que estavam paradas havia muito tempo começaram a se resolver. O que ele esperava receber ou resolver em dias ou semanas, foi resolvido naquele dia. Não foi necessário mais tempo para isto...Ouvi também dizer que o homem mudou muito a partir daquilo; mudanças internas e pessoais profundas.

Na minha compreensão deste princípio, milagre é uma benção que já temos, já é nossa, basta aceitarmos, já que é uma benção universal de Deus, recebida através de Jesus por todos que estão dispostos a aceitá-la.
'O privilégio dos perdoados é perdoar', compreendi assim:
A pessoa que já completou a sua Expiação, já está perdoada, ela passa a ter o privilégio de ensinar o perdão aos irmãos.
Reny

 

©  2004 - Milagres