LIÇAO 30

LIÇÃO 30
Deus está em tudo o que eu vejo, pois Deus está em minha mente.
A idéia para o dia de hoje é o trampolim para a visão. A partir dessa idéia o mundo se abrirá
diante de ti e tu o contemplarás e verás o que nunca viste antes. E o que vias antes não será nem
mesmo vagamente visível para ti.
Hoje estamos tentando usar um novo tipo de “projeção”. Não estamos tentando livrar-nos do
que não gostamos por vê-lo do lado de fora. Ao invés disso, estamos tentando ver no mundo o que
está em nossas mentes e o que queremos reconhecer lá está. Assim, estamos tentando unir-nos ao
que vemos ao invés de mantê-lo à parte de nós. Essa é a diferença fundamental entre a visão e o
modo como tu o vês.
A idéia de hoje deve ser aplicada com a maior freqüência possível durante o dia. Quando
tiveres um momento, repete-a lentamente para ti mesmo, olhando à tua volta e tentando reconhecer
que a idéia se aplica a tudo o que de fato vês agora ou poderias ver agora, se estivesse dentro do
âmbito da tua vista.
A visão real não está limitada a conceitos tais como “perto” e “longe’. Para ajudar-te a começar
a acostumar-te com essa idéia, ao aplicar a idéia de hoje, tenta pensar em coisas que estejam além do
teu âmbito de visão do momento, assim como naquelas que realmente podes ver.
A visão real não só é ilimitada pelo espaço e pela distancia como também independe totalmente
dos olhos do corpo. A mente é a sua única fonte. Um recurso para ajudar-te a acostumar-te a essa
idéia, é dedicar vários períodos de prática à aplicação da idéia de hoje com os olhos fechados,
usando quaisquer sujeitos que venham à tua mente e olhando para dentro ao invés de para fora. Aidéia de hoje se aplica igualmente a ambos.

 

 

  2004 - Milagres