LIÇAO 24

LIÇÃO 24
Eu não percebo os meus maiores interesses.
Em nenhuma situação que surja, reconheces qual é o resultado que te faria feliz. Portanto, não
tens nenhum guia para a ação apropriada, e nenhum modo de julgar o resultado. O que fazesé
determinado pela tua percepção da situação e essa percepção está errada. Assim, é inevitável que não
sirvas aos teus maiores interesses. No entanto, eles são a tua única meta em qualquer situação que
seja corretamente percebida. De outra forma, não reconhecerás quais são eles.
Se reconhecesses que não percebes os teus maiores interesses, seria possível ensinar-te o que
eles são. Mas, na presença da tua convicção de que sabes, não podes aprender. A idéia para o dia de
hoje é um passo em direção a abrir a tua mente para o aprendizado possa começar.
Os exercícios para o dia de hoje requerem muito mais honestidade do que estás acostumado a
usar. Alguns poucos sujeitos considerados honesta e cuidadosamente em cada um dos cinco períodos
de prática que devem ser empreendidos hoje, serão mais úteis do que um exame mais superficial de
um grande número deles. Sugere-se dois minutos para cada período de exame mental envolvido nos
exercícios.
Os períodos de prática devem começar cm a repetição da idéia para o dia de hoje, seguida pelo
exame da mente, com os olhos fechados, em busca de situações não resolvidas acerca das quais está
atualmente preocupado. A ênfase deve estar em descobrir o resultado que queres. Reconhecerás com
rapidez que tens várias metas em mente que fazem parte do resultado desejado e também que essas
metas estão em níveis diferentes e são, freqüentemente, conflitantes.
Ao aplicares a idéia para o dia de hoje, cita cada situação que te ocorrer e depois enumera
cuidadosamente o maior numero possível de metas que gostarias que fossem alcançadas na sua
resolução. A forma de cada aplicação deve ser mais ou menos a seguinte:
Na situação referente a ______, eu gostaria que ______
acontecesse, e que ______ acontecesse,
e assim por diante. Tenta incluir tantos tipos diferentes de resultados quanto honestamente te possam
ocorrer, mesmo que alguns deles não pareçam estar diretamente relacionados com a situação, ou
nem mesmo ser inerentes a ela de forma alguma.
Se estes exercícios forem feitos adequadamente, reconhecerás com rapidez que estás fazendo
um grande número de exigências que nada têm a ver com a situação. Tu também reconhecerás que
muitas das tuas metas são contraditórias, que não tens nenhum resultado unificado em mente e que,
independentemente de como a situação se resolva, não podes deixar de te desapontar com relação a
algumas das tuas metas.
Depois de examinares a lista do maior número possível de metas almejadas para cada situação
não resolvida que passa pela tua mente, dize a ti mesmo:
Eu não percebo os meus maiores interesses nessa situação.
e passa para a seguinte.

 

 

  2004 - Milagres